sexta-feira, 9 de setembro de 2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

FUNIVALE se organiza para otimizar sua gestão

Tudo é mutável. Ainda bem...
As novidades na administração da Funivale desta vez são:
1- A organização do sítio http://www.funivale.org.br/
2- A chegada de novos colaboradores Rafael Varela (técnico agrícola) e Fernanda Almeida (engenheira ambiental que auxiliará na organização do Programa Terra Mãe)
3 - Em breve a renovação do novo quadro de associados...
4- A retomada da Casa de hóspedes às suas funções originais...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Programa Sala Verde capacita professores

Aproximadamente 80 profissionais das comunidades da APA das Águas Vertentes participarão do Sub - Programa de Formação de Professores e Profissionais da Educação para Uma Nova Cultura Ambiental através da Sala Verde Ecos do Jequi e sua rede de parceiros. Este Módulo I é de sensibilização para as riquezas e patrimônio da região (biodiversidade, UC: APA das Águas Vertentes e o Parque Est. do Pico do Itambé, Educação Patrimonial e educação para Resíduos sólidos).
O material didático próprio (apostila) foi organizado graças à união de pessoas e entidades que estão experimentando em rede formas de favorecer o surgimento de uma nova Cultura Ambiental na região do Alto Jequitinhonha, especialmente em favor de áreas especiais em seu conjunto histórico- cultural, social e ambiental.  Depois dos resultados deste Módulo Inicial outras propostas estarão sendo pensadas até que cada comunidade deste território esteja preparada para construír sua AGENDA 21 como previsto no objetivo geral da Proposta Político- Pedagógica da Sala Verde Ecos do Jequi..


Neste território pretende-se provocar pessoas à plantarem juntas; mesmo que cada uma tenha nas mãos uma semente diferente: seja a da disposição pessoal em querer conhecer as razões pelas quais esta região é considerada uma das mais diversas regiões do mundo, seja com força política para resolver as questões complexas que envolvem as Unidades de Conservação. Assim com mais liberdade, sem preconceitos talvez seja mais possível estas pessoas colherem, em mutirão, bons frutos, dividi-los com quem tem apetite, saboreá-los e plantarem suas sementes (pensando no agora e no futuro) em prol de uma vida mais sustentável e feliz nesta região.

Nosso compromisso é sensibilizar pessoas moradoras destas áreas para uma nova postura com relação ao meio ambiente e ao seu patrimônio permitindo, assim, o fortalecimento de uma identidade verdadeiramente cidadã que possam dar condições de mais pessoas envolverem-se, inclusive politicamente, nas decisões de proteção da biodiversidade local e regional.

AGENDA:
01 DE JULHO
Professores e Profisisonais da Educação atuantes na área do entorno do PEPI
05 DE JULHO
Professores e Profissionais da educação atuantes na APA das Águas Vertentes no município de Serro

Programa Terra Mãe oferece curso de biodigital

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Programa Terra Mãe oferece curso de Meio Ambiente e Técnicas Alternativas

A idéia é organizar um grupo de pessoas que queiram tomar suas propriedades cada vez mais ambientalmente adequadas, mas ainda não sabem quais são as possibilidades.
Este curso é oferecido para produtores rurais, educadores, pessoas que trabalham com educação ambiental ou com atendimento direto às comundiades. Em breve estaremos oferecendo gratuitamente o curso para agricultores familiares.
Os encontros acontecerão na sede da Funivale em São Gonçalo do Rio das Pedras. No dia 29 de abril será o primeiro encontro em que os participantes definirão o cronograma do curso de acordo com as temáticas propostas (vida urbana e rural, o solo vive: minhocário, compostagem, adubação orgânica, Saneamento e permacultura,bacias hidrográficas, agrofloresta, consórcios agrícolas, adubação verde) e para a beleza do bioma cerrado). Se conseguirmos uma turma para sábado o curso acontecerá sextas e sábado.
Esparamos sua inscrição!!!
funivale@gmail.com ou (38) 88163609

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Atenção!!!

A presidência da Funivale comunica que:
A Assembléia anual da Funivale do dia 28 de fevereiro de 2011 foi adiada.
Como acontece todos os anos os associados se reunem durante todo o dia para estudarem e aprovarem o Relatório de Atividades do ano anterior, para dar as diretrizes para o Plano de Atividades do ano em curso junto com o presidente bem como  conferir e dar parecer sobre a Prestação de Contas do Ano Anterior junto com a diretora financeira.
O presidente, no uso de suas atribuições, estará em breve, respeitando os prazos do estatuto, convocando todos os associados e interessados em ingressar no quadro de associados para a Assembléia Geral na sua sede na Rua Campo das Flores, 96, São Gonçalo do Rio das Pedras, Serro.
Pessoas com interesse em serem associadas favor contactarem: funivale@gmail.com ou (38) 88163609 para a pré - inscrição
Atenciosamente;
Mártin Wilhelm Kuhne
- Presidente da Funivale

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

PARTICIPE DA PETIÇÃO PARA BUSCAR A ERRADICAÇÃO DA FOME

"Loucos de raiva com a fome"
Selvino Heck
"1.000.000.000 de pessoas vive com fome crônica e eu estou louco de raiva". Com um apitaço, bandeira do Brasil na mão, conselheiros e conselheiras do CONSEA (Conselho Nacional de Segurança Alimentar), o representante regional da FAO para a América Latina e Caribe José Graziano da Silva e uma delegação de 40 conselheiros de segurança alimentar da América Latina e Caribe lançaram a campanha "1billionhungry" (um bilhão com fome, na tradução literal) esta semana em Brasília.
A campanha "1billionhungry" usa imagens e mensagens fortes para chamar a atenção para o problema e pedir um basta à fome. Um dos destaques é o vídeo promocional estrelado pelo ator britânico Jeremy Irons, no qual ele interpreta um personagem baseado na famosa cena do filme Rede de Intrigas (Network).
Uma petição on-line pede que os governos façam da erradicação da fome sua principal prioridade. E que as pessoas fiquem indignadas com o fato de que cerca de um bilhão de pessoas no mundo viva com fome.
O símbolo da campanha é um apito amarelo. A idéia é encorajar as pessoas a apitar contra a fome. "Deveríamos estar furiosos com o vergonhoso fato de que seres humanos ainda sofram de fome", disse o Diretor Geral da FAO, Jacques Diouf. "Se você se sente assim, quero que você dê voz à sua raiva. Todos vocês, ricos e pobres, jovens e idosos, em países em desenvolvimento e desenvolvidos, devem expressar sua raiva sobre a fome mundial assinando a petição global."
Se o mundo continuar no mesmo ritmo de redução da fome, o objetivo de Desenvolvimento do Milênio de reduzir pela metade o percentual de pessoas com fome até 2015 não será alcançado. De cerca de um bilhão de pessoas com fome, 642 milhões vivem na Ásia e no Pacífico, 265 milhões na África Subsaariana, 53 milhões na América Latina e Caribe, 42 no Oriente Médio e Norte da África e 15 milhões em países desenvolvidos.
Segundo José Graziano, América Latina e Caribe é a única região do Mundo que teve retrocessos em número de pessoas com fome por causa da crise econômica. Nesta região, "quem não trabalha não come". O único país que gerou empregos durante a crise foi o Brasil. "É um milagre".
Houve queda dos preços agrícolas no período, mas não houve queda de preços dos insumos. A cesta básica dobrou com a crise na maioria dos países. Assim, recrudesceu a pobreza, que vinha diminuindo em número de pessoas e em percentual.   Hoje, América Latina e Caribe têm mais pobres e miseráveis que nos anos oitenta. São hoje 53 milhões de famintos quando eram 45 milhões em números absolutos. "Perdemos em três anos o que levamos quinze para avançar". Na Guatemala, há uma criança desnutrida para cada duas. Ao mesmo tempo, aumenta o sobrepeso. "Comemos pouco e comemos mal."
Segundo Graziano, os países com maiores recursos são os que têm maiores programas de segurança alimentar. Os que gastam mais, têm menores índices de desnutrição infantil.
As razões deste quadro são principalmente três. Há pouca capacidade de reação dos países à crise econômica, o que tem a ver com os processos de privatização dos tempos neoliberais. Os países não têm, por exemplo, armazéns para armazenar os produtos ou bancos públicos para financiar a produção. O sistema tributário latino-americano é o mais injusto do mundo. Poucos países têm um mínimo de impostos sobre a propriedade, os chamados impostos diretos. Como a maioria dos impostos incide sobre o consumo, os impostos indiretos (ICMS, por exemplo), quando há crise, cai o consumo e cai a arrecadação de impostos. Na América Latina a redistribuição de renda, arrecadado o imposto, é de apenas 2% em média; na Europa chega a cerca de 30%. E, terceiro, "contam-se nos dedos os países que têm institucionalidade sobre segurança alimentar e nutricional". Poucos países têm leis que garantam o direito à alimentação ou conselhos e participação social na definição das prioridades. Os que têm, as leis são recentes, dos anos 2000.
Se olharmos o futuro, diz Graziano, as perspectivas não são boas. "Se repetirmos o padrão de recuperação da crise dos anos oitenta, os indicadores sociais levam o dobro do tempo para se recuperarem em relação aos indicadores econômicos. Como se estimam 12 anos para a recuperação econômica, seriam 24 para a retomada dos indicadores sociais."
A fome tem pressa, dizia Betinho Por isso, a urgência da campanha lançada para a FAO em todo o mundo, que deve recolher um milhão de assinaturas até o dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação. O CONSEA já está engajado. Falta agora engajar governos e sociedade. As assinaturas podem ser feitas por meios eletrônicos assim como haverá listas de assinaturas circulando em todos os lugares.
Para assinar a petição: http://www.1billionhungry.org/faobrasil/.

Selvino Heck é Assessor Especial do Gabinete do Presidente da República


Assessoria de Comunicação
(61) 3411.3349 / 2747
www.presidencia.gov.br/consea ascom@consea.planalto.gov.br

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Encontro Anual de Parceiros 2011


Temos o prazer de convidá-lo para o Encontro Anual de Parceiros que se realizará na cidade de Serro, no dia 02 de fevereiro de 2011. Nosso encontro será na Casa da Banda: Praça Belardo Miranda s/n - descer na Rua do Sindicato ao lado da rodoviária.
8:30: Café e prosa.
8:50: dinâmica de apresentação e identificação dos possíveis produtos do encontro
9:00: Apresentações das entidades/órgãos que se inscreverem previamente
        Discussão com o grupo
11:20: Agenda de compromissos
12:20: Identificação conjunta do produto do Encontro e encerramento
Sua presença é muito importante!
Contato: Sandra  (38) 88046662   funivale@gmail.com